Prova do INPI 2012–parte 1

27 Nov

Hoje resolvo a primeira parte da prova do INPI/2012:

No conjunto de todas as frases, as proposições encontram-se entre aquelas classificadas como declarativas e verbais, ou seja, entende-se como proposição todo conjunto de palavras ou símbolos que exprimam um pensamento de sentido completo, para o qual seja possível atribuir, como valor lógico, ou a verdade ou a falsidade. Assim, as proposições transmitem pensamentos, isto é, afirmam fatos ou exprimem juízos que se formam a respeito de determinados entes. Com base nessas informações, julgue se os itens a seguir são proposições.

41 Que excelente local de trabalho!

42 Marcos não é um político desonesto, pois não é um político.

43 Todo governante toma decisões, tendo como principal preocupação sua conservação no poder.

44 Esta afirmação é falsa.

45 O pior atentado terrorista da história ocorreu no dia 11 de setembro de 2011?

46 Elabore hoje o parecer técnico para concessão de direitos relativos ao registro da marca.


Resolução:

Cobrança direta daquele famoso resuminho que damos em nossos cursos: perguntas, exclamações, ordens, expressões de sentimento, frases incompletas, sentenças abertas, pedidos, expressões de sentimento, frases contraditórias, nada disso é proposição, pois não pode ser julgado em V ou F.

No item 41 temos uma exclamação, uma expressão de opinião. Não é proposição.

Nos itens 42 e 43, temos frases declarativas, que nos passam informações. São proposições.

No item 44 temos uma frase contraditória. Frases contraditórias não podem ser julgadas em V ou F, logo, não são proposições.

No item 45 temos uma pergunta. Perguntas não são proposições.

No item 46 temos uma ordem. Ordens não são proposições.

Gabarito: E, C, C, E, E, E.


Uma proposição composta P é construída utilizando as proposições simples p, q e r e substituindo-se os espaços em (p ___ q) ___r por um dos conectivos lógicos

atec

Que significam ‘e’, ‘ou’, ‘se… então’, ‘se, e somente se’, e ‘ou…ou’, respectivamente. A partir destas informações, julgue os itens subsequentes:

47 Quaisquer que sejam os conectivos escolhidos para o preenchimento dos espaçoes, a proposição P será contingente, ou seja, ela não será uma tautologia nem uma contradição.

Resolução:

A questão foi anulada por apresentar indevidamente a palavra “espações”.

A palavra correta seria “espaços”.

Fazendo a correção, concluímos que o item deve ser julgado como CERTO.

Para termos uma tautologia, devemos ter proposições do tipo:

clip_image002[4]

clip_image004[4]

Para termos contradição, precisamos de algo como:

clip_image006

clip_image008

Veja que em todos os casos temos parcelas que trabalham a mesma proposição simples “p”, de modo que o valor lógico de uma das parcelas está amarrado no valor lógico da outra.

Quando temos proposições simples diferentes (p, q, r), isso não ocorre, e o resultado é que sempre temos uma contingência.


48 Há mais de 50 maneiras de se construir a proposição P.

Resolução:

São dois espaços em branco. Cada um deles pode ser preenchido por 5 conectivos diferentes. Então, pelo princípio fundamental da contagem, temos:

clip_image002[6]

formas diferentes de se construir a proposição P.

ITEM ERRADO.


49 O número de linhas da tabela verdade correspondente à proposição P independe dos conectivos escolhidos para sua construção.

Resolução:

Perfeito! O número de linhas é sempre dado por:

clip_image004[6]

Onde “n” é o número de proposições simples. Como são 3 proposições simples, ficaremos com

clip_image006[4]

Ficaremos com 8 linhas.

ITEM CERTO.


50 Supondo que seja escolhido o mesmo conectivo lógico para o preenchimento dos dois espaços, os valores lógicos assumidos pela proposição P independerão do conectivo escolhido.

Resolução:

Segue um contra-exemplo.

Para não precisar construir a tabela verdade inteira, vamos fazer só um pedaço.

Primeiro caso:

clip_image002[8]

Vamos trabalhar com a seguinte linha da tabela:

image

Segundo caso:

clip_image002[10]

A linha da tabela verdade fica:

image

Vejam que mudando o conectivo a gente conseguiu mudar o resultado final. Logo, o resultado final depende sim do conectivo escolhido. ITEM ERRADO.


51) Suponha que seja escolhido o mesmo conectivo lógico para o preenchimento dos dois espaços e fixados os valores lógicos para as proposições p , q e r tanto na proposição P quanto na proposição: p ___ (q___r) . Nessa situação, o valor lógico da proposição P será o mesmo da proposição p___(q___r) .

Segue contra-exemplo.

Suponha que:

  • p: falso
  • q: falso
  • r: falso

Agora devemos lembrar que um condicional só assume valor F quando o antecedente é verdadeiro e o consequente é falso.

Antecedente V
Consequente F
Condicional falso.

Em todos os demais casos o condicional é verdadeiro.

Analisando a primeira proposição composta:

clip_image002[12]

clip_image004[8]

clip_image006[6]

clip_image008[4]

Analisando a segunda proposição composta:

clip_image010

clip_image012

clip_image014

clip_image016

Veja que obtivemos resultados diferentes.

ITEM ERRADO


Em cada um dos itens a seguir, é apresentada uma proposição que deve ser julgada se, do ponto de vista lógico, é equivalente à proposição “Se for autorizado por lei, então o administrador detém a competência para agir”.

52 Quando for autorizado por lei, o administrador terá a competência para agir.

53 Sempre que for autorizado por lei, o administrador deterá a competência para agir.

54 Desde que seja autorizado por lei, o administrador detém a competência para agir.

55 O administrador detém a competência para agir, pois foi autorizado por lei.

56 Somente se for autorizado por lei, o administrador deterá a competência para agir.

Resolução:

Dando nomes às proposições simples:

P: o administrador é autorizado por lei

Q: o administrador detém competência para agir.

Proposição de partida:

clip_image002[14]

Temos um condicional.

Antecedente: P

Consequente: Q

O condicional nos diz que, sempre que o antecedente ocorre, o consequente também ocorre.

Isso pode ser dito de várias formas:

image

O único item errado é o 56.

O “se” aponta para o antecedente.

O “somente se” aponta para o consequente.

Então, para fazermos a frase com “somente se”, deveríamos ter:

O administrador é autorizado por lei somente se detém competência para agir.

O item 56 deslocou o “somente se” para o lugar errado. ITEM ERRADO.


6 thoughts on “Prova do INPI 2012–parte 1

  1. Oi Giselle, nossa, obrigado pelo aviso, não estava lembrando que a prova já era nesse fim de semana. Vou dar um jeito de comentar essa semana ainda, mas vai ser um comentário "a jato", bem objetivo, para dar tempo.

  2. Vê se consegue comentar antes da prova, Prof. Tb não estou achando elas comentadas no TEC. Muito obrigada!!!!

  3. Olá, vou sim, assim que der um tempo eu publico. Esta semana estou de mudança, tá meio corrido. Se não conseguir comentar essa semana, faço na semana que vem. Abs!

  4. Professor, o Sr. vai publicar a resolução da segunda parte da prova do INPI 2012? Se sim, quando? Obrigada.

Leave a Reply