Perda do poder de compra

16 Aug

Hoje resolvo uma questão pedida pelo Marcelo Gomes, tratando da perda do poder de compra.

Na maior parte das questões sobre este assunto, há apenas um aumento nos preços dos produtos, sem nenhum aumento nominal da renda. Esta foi justamente a diferença da questão trazida pelo Marcelo: como calcular a perda no poder de compra quando a renda também sobe?

Vamos lá!


(Cefet- Rj 2013) Depois de dois anos e meio sem aumento salarial, finalmente uma categoria de trabalhadores recebeu seu primeiro salário com reajuste de 20% sobre o salário bruto. Suponha que o aumento de preços nesse período de tempo foi 25%. Considerando nos cálculos apenas o salário bruto, a perda no poder de compra dessa categoria no instante do recebimento do primeiro salário em relação ao início do período citado é de:
a) 2,5%
b) 3,2%
c) 4%
d) 5%

Resolução

Suponha que o salário inicial seja de R$ 1.000,00. Suponha ainda que 1 kg de carne custe R$ 10,00.

$$ {1.000 \over 10}=100$$

Logo, com o salário inicial, era possível comprar 100 kg de carne.

Findo o período de dois anos e meio, temos o seguinte:

  • o salário sobe 20%, ou seja, vai para R$ 1.200,00
  • o preço da carne sobe 25%, ou seja, vai para R$ 12,50/kg

Portanto, com o novo salário, a quantidade de carne que se pode comprar é de:

$$ {1.200 \over 12,5} = 96$$

Podemos comprar 96 kg de carne. Ou seja, compramos 4% menos carne do que no início do período. Logo, nosso poder de compra caiu 4%.

Resposta: C

 

One thought on “Perda do poder de compra

Leave a Reply