Curso de matemática financeira

Estou começando a passar meu curso de Matemática financeira para vídeos. Vou organizar nesta página os links para cada aula.

Enunciado das questões trabalhadas nos vídeos: clique aqui.

Gabarito das questões: clique aqui.

Aula 1: porcentagem

Aula 2: aumentos e reduções percentuais

Aula 3: juros simples

Aula 4: juros exatos, bancários e comerciais.

Aula 5: taxas equivalentes no regime simples.

Aula 6: taxa média, prazo médio e capital médio (regime simples)

Aula 7: descontos simples

Aula 8: descontos simples – parte 2

Aula 9: juros compostos

Aula 10: taxa nominal e taxa efetiva

Aula 11: taxas equivalentes em juros compostos

Aula 12: convenção linear e convenção exponencial

Aula 13: desconto composto

Aula 14: perda do poder de compra

Aula 15: juros reais e juros aparentes (parte 1)

Juros reais e juros aparentes (parte 2): questões resolvidas

Aula 16: capitalização contínua

Capitalização contínua: questões resolvidas

Aula 17: equivalência de capitais

Equivalência de capitais: questões resolvidas

Aula 18: rendas certas (parte 1)

Aula 19: rendas certas (parte 2)

Rendas certas: questões resolvidas

Aula 20: sistema de amortização constante

Aula 21: sistema de amortização francês

Enunciado das questões trabalhadas nos vídeos: clique aqui.

Gabarito das questões: clique aqui.

64 thoughts on “Curso de matemática financeira

  1. Muito boa a sua iniciativa Vitor. São poucos os profissionais que estão dispostos a almejar e sonhar a tão esperada vaga dos sonhos de muitos em um certame publico. Grande abraço!

  2. Prezado professor: Boa tarde. meus sinceros parabéns por mais essa iniciativa.Aulas bem didáticas, bem detalhadas e de fácil entendimento.

  3. Pingback: Taxa, capital e prazo médios | Blog de Exatas para Concursos

  4. Professor,

    Em primeiro lugar, parabéns pelas aulas de matemática financeira. Poderia fazer um curso em vídeo por assunto de Estatística somente com questões da ESAF?

  5. Prof. Vitor,
    Obrigado por este curso fantástico, poucos se predispõe a preparar um material tão rico, Estou preparando-me para a Petrobrás, (Administrador) a Cesgranrio tem cobrado bastante Estatística Inferencia (teorema Central do Limite), Covariancia, enfim tudo o que voce tem postado, está ajudando muito.
    Espero que continue compartilhando seu talento e conhecimento adquirido

    Abraço,
    Cesar Goes

  6. Professor como eu calculo um desconto de um titulo que eu paguei por um produto R$ 3000,00 antecipadamente em um única parcela com prazo de entrega de 15 dias, e por atraso da empresa na entrega ela me da 5% de desconto? como fica a questão do período nesse caso?

  7. Pingback: Resolução das questões de capitalização contínua « Blog de Exatas para Concursos

  8. Primeiramente parabéns e obrigada professor Vitor, esta me ajudando muito, que Deus te ilumine sempre! 🙂 Eu gostaria que vc me tirasse uma dúvida, estou estudando, com seus vídeos, taxa nominal e efetiva, gostaria de saber como eu sei que a fórmula do montante vai ser de juros composto, ou seja, como eu sei que devo usar M=C.(1+i)elevado a n , ao invés de M=C.(1+i.n). Porque na maioria das questões que eu encontro não falam se é juros compostos ou simples. Como vou saber qual fórmula usar? desde ja, obrigada!

    • Oi Paula!

      O que vou falar serve para as principais bancas, ok? Como é o caso de Cespe e Esaf. Sempre que a questão envolver instituições financeiras, ou operações de empréstimo/financiamento, que geralmente são contratadas junto a bancos, use juros compostos. Isso porque, no dia a dia, na prática, os bancos são autorizados a cobrar juros compostos, e de fato cobram.

      Sempre que a questão se referir a multa e juros por conta de água/luz/etc pagas em atraso, use juros simples, pois na prática, no dia a dia, esse tipo de ocorrência é alvo de juros simples. Enfim, sempre seguir o que ocorre no dia a dia.

      Como eu disse acima, isso tudo vale para bancas como Esaf e Cespe.

      No entanto, de vez em quando vejo questões de bancas menos tradicionais em que o entendimento é outro. Para elas, a regra é sempre juros simples, a menos que a questão diga o contrário.

      Então é importante conhecer o perfil da banca para a qual você prestará o concurso.

  9. Professor Vitor; suas aulas estão sendo de grande ajuda. O senhor poderia falar sobre: Planos ou sistemas de amortização de empréstimos e
    financiamentos? Me ajudaria ainda mais. Obrigado.

  10. Pingback: Resolução das questões de equivalência de capitais « Blog de Exatas para Concursos

  11. Professor Vitor, você poderia fazer uma aula explicando sobre a Tabela Price? Eu não entendo muito bem, e este tipo de cálculo despenca nas provas da Cespe!

    • Oi Fábio, vou chegar lá, com certeza. Este mês tem sido difícil, pois estou mudando de cidade, por isso dei uma parada com os vídeos. Assim que as coisas acalmarem eu retomo as gravações. Abs!

  12. Boa noite galera…alguem poderia me ajudar a resolver a questao que segue na HP?? Tenho prova na sexta e ainda nao consegui resolver…

    Sabe-se que uma pessoa tem a receber os seguintes pagamentos:

    10 prestações mensais de $ 700,00 cada, vencendo a primeira de hoje a um mês, 06 prestações trimestrais de $ 2.800,00 cada, vencendo a primeira 3 meses após o término da seqüência de pagamentos acima.Para uma taxa de juros de 4,1% a.m. determinar o valor presente (na data zero) e o valor futuro (ao final do 19º mês) deste fluxo de pagamentos.

  13. Bom dia DIEGO gostei da sua atitude em disponibilizar este curso muito importante para mim pai de adolecentes em desenvolvimento no apredizado. Vou repassar a eles mas seria mais util para mim se o amigo disponibilizasse em meu E-mail. O qual o amigo tem. Muito obrigado. Abraco do amigo, valdemar

  14. Oi Valdemar, na verdade meu nome é Vítor 🙂
    Não tenho como enviar por e-mail porque os vídeos são muito pesados. Por isso eu posto no youtube. Mas vc pode usar algum desses aplicativos que baixam vídeos do youtube., nunca usei um deles, mas sei que há vários disponíveis na internet. Abs!

  15. Pingback: 20º vídeo da série de matemática financeira « Blog de Exatas para Concursos

  16. Show de bola essas aulas suas em vídeos. Que tal montar aulas de RL e Mt em vídeo para resolver questões no TEC? Seria ótimo

      • Bom a pergunta é essa : Um indivíduo aplicou $ 10.000,00 em CDB com prazo de 124 dias à taxa composta de 12% a.a. mais TR (acumulada). Sendo 6% a variação da TR no período da aplicação e a alíquota de IR na fonte de 15%, qual a taxa bruta obtida nessa operação?

      • Bom, se fosse uma questão de concurso eu entraria com recurso, mas tentando pegar a ideia do examinador, creio que seja para vc considerar que a taxa de 12% é a taxa de rendimento real ao ano e a taxa de 6% é a taxa de correção monetária do período. Aqui já temos a primeira “consideração” (chute), pois a questão falou em “variação da TR” e não em “TR acumulada no período”. Continuando. O próximo passo é converter a taxa de 12% a.a. em uma taxa referente a 124 dias. Como o examinador quer que a gente faça isso, eu não sei, pois ele não informou qual o período de capitalização da taxa. Exemplo: se valesse a regra de 3, a taxa real seria de 4,133% (supondo ano com 360 dias). Veja que aqui já tivemos um segundo chute. Em seguida, calculamos a taxa total, basta fazer: (1,0433 * 1,06) – 1 = 10,38%.

        Deste modo, um capital de 100 reais se transformaria num montante de 110,38. O lucro foi de 10,38. Retendo 15% de IR, ficaríamos com 8,823 de lucro. A rentabilidade pós IR seria de 8,823%.

        Como vc pode observar, eu tive que fazer uma série de considerações (chutes) acima. Talvez a questão tenha sido tirada de uma apostila ou livro, em que, no contexto, seja possível exatamente saber que tipo de considerações o autor quer que sejam feitas. Só pegando o material original para saber.

        É por essas características (falta de contexto de livros e apostilas) que eu costumo evitar postar resoluções e comentários de questões que não sejam de provas de concursos, vestibulares e similares, pois nesses casos eu sempre tenho como ir atrás da prova original para ver a questão em seu contexto.

        Abraços!

  17. Olá Vitor, estou estudando para o concurso Banrisul, Desconto composto. e estou com dúvida sobre uma fórmula do Vídeo 13, questão 67, da esaf. lá vc colocou D=N -N divido por 1+i elevado a n. gostaria de saber por o valor nominal vem duas vezes. e na resolução vc multiplica tudo pelo valor de (1+i). boiei na resolução, e gostaria de entender para memorizar melhor. desde já obrigada.

Leave a Reply